Opinião trabalhando na Holanda – Fabio

Chateado para poupar dinheiro e mudar a sua vida, Fábio, que vem de Portugal, decidiu embarcar numa nova aventura com a TenS Holanda.

 

O nosso português já conhecia os Países Baixos do ponto de vista turístico, mas queria descobrir o país de uma perspectiva muito mais próxima. Assim, tendo visitado algumas cidades holandesas como Amesterdão onde, como ele nos diz, a qualidade de vida é muito diferente da do seu país, decidiu fazer as malas e iniciar um novo capítulo na sua vida.

Ele conta-nos como, depois de se encontrar connosco via Facebook, a nossa consultora de recrutamento internacional Elena, bilingue em português, a orientou durante todo o processo, sendo clara e honesta desde o início. Ela diz que foi uma grande oportunidade para melhorar o seu nível de vida, então porque não dar o mergulho?

No início teve medo, pois era o início de uma nova vida, mas a sua experiência anterior de visita ao país tranquilizou-o. Fabio concorda com a definição que os holandeses dão a si próprios: “honesto e aberto”.

 

Quando pôs os pés em solo holandês, ficou triste por deixar a sua família e amigos para trás, mas, como diz, foi um “sacrifício” por uma vida melhor. No entanto, o que ele viu como um sacrifício transformou-se numa experiência inesquecível.

Durante a entrevista, ele sublinha como é fácil fazer amigos e como melhorou o seu inglês (podemos atestar isso). Adora conhecer novas pessoas de diferentes nacionalidades, algo que tem tanto prós como contras, pois cada um tem os seus próprios costumes e hábitos, muito condicionados pela cultura. No entanto, existe uma atmosfera muito boa onde todos se respeitam uns aos outros.

Quanto ao trabalho, no início não se sentiu realizado, estava aborrecido. “Sou uma pessoa muito dinâmica que precisa de objectivos diferentes e de estar constantemente em movimento”, diz ele. Assim, escreveu um e-mail para solicitar uma alteração e foi rapidamente atribuído a outro departamento dentro da mesma empresa sem quaisquer problemas. A eficácia do pessoal, o seu novo emprego e o ambiente amigável criado pelos seus colegas e superiores, fazem-na sentir-se muito confortável no seu desenvolvimento profissional nos Países Baixos.

Mas nem tudo é trabalho. Fabio fez um bom grupo de amigos com quem organiza churrascos no jardim nos seus dias de folga, desfruta de Netflix e noites de pipocas ou sacia a sua sede de aventura visitando cidades como Tilburg ou Amesterdam.

Ele recomenda definitivamente esta experiência. Além disso, convenceu um amigo brasileiro a juntar-se à aventura. Ele quer ficar por muito tempo, porque a Holanda se tornou a sua segunda casa.

 

Gostaria de viver uma experiência semelhante? Teremos todo o prazer em recebê-lo para que possa desfrutar da mesma oportunidade que Fabio, por isso não espere mais!